domingo, 17 de setembro de 2017

ENIGMA

                                                                                                                

Ao te ver é luz que eu sinto
Tudo passa com o pensamento
Tudo passa com o seu abraço
Tudo passa com o seu olhar, pelo seu olhar.


Me sinto nua ao te olhar, pelo seu olhar, ao ver você passar.
Contudo, percebo uma certa nudez em você, 
que se despe em meio a intimidade de cada instante.


Ao te olhar, o tempo parece parar, 
os defeitos parecem nunca existir,
os dramas descortinar e só o instante daquele instante parece existir.


O teu abraço desnuda a minha alma e sinto um encontro ao teu encontro.

Me pergunto o porquê do amor 
O porquê da dor,
Porquê esse sentimento não pode existir.

Porquê essa distância que nos aproxima e o destino que insiste em nos esbarrar.

Será que isso vai passar ou vamos sempre retomar ao início de onde tudo começou?



sábado, 16 de setembro de 2017

CAMINHO...



A curiosidade em direção à bússola percorre em segredo o rio da memória.


O fio de arame conduz a inspiração ao artista

que nasce da ocupação.


Borboleta sangra em profundidade ao olhar que resgata, reencontra.

O alvo é o canto em direção a não palavra.

Poema: Thais Alessandra

O grito a nossa voz





Querem silenciar a nossa voz,
 calar o nosso corpo,
 calar a nossa alma,
calar a nossa expressividade,
calar a nossa sexualidade,
calar as nossas crenças,
 calar a nossa cor,
calar a nossa identidade,
 calar o nosso ventre, calar a nossa força.

Calar... Calar... Calar...
Nos oprimem há séculos. Por quê?
Mas, não vão conseguir!

Somos muitas, Eva, Pacha Mama, Yemanjá, Nossa Senhora, mães de santo, mães de família, prostitutas; mulheres!                        
Por Thaís Alessandra


FRAGMENTOS DE UM SURTO...

LOUCO... INSANO............

UM RESPIRO...UMA CALMA...
AGITAÇÃO, PERTUBAÇÃO, UMA PAUSA, UM SILÊNCIO... UM MEDO... AHHHHHHHHHHHH... UM RESPIRO PROFUNDO...
ALUCINAÇÃO, UM SOPRO, UM CARINHO, UMA CALMA...
DE REPENTE UM GRITO, UM PENSAMENTO AFLITO... do silêncio a agitação, som de PASSOS...
Quarto escuro...


PASSOS...
Dói, me isolo, deprecio, sumi... sumi... sumi... sumi...
Acordo!
Respiro... Bom dia!
Apareço, volto, me alegro, volto... volto... volto...


Calma! Respiro.
Penso! Me aflijo.
Medo! Me agito.
Paz! Me acalmo.
Penso! Desequilibro.
Nada está em ordem.
Tudo está em ordem.


Ando... ando... passos... ouço passos... Nada está em ordem... vazio! Olho pra frente, pra trás, tudo passa com os passos, com o pensamento. Nada tem ordem, nada permanece. Tudo vai e volta! Tudo está em ordem.


Penso! Me aflijo.
Medo! Me agito.
Paz! Me acalmo.
Penso! Desequilibro.
Nada está em ordem.
Tudo está em ordem.

Volto... Volto... Volto...


Autoria do texto: Thais Alessandra

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Quando vão entender?






Cansada de ver a sociedade reprimir a nós mulheres, cansada de ouvir noticiários sobre estupro e gravidez de meninas inocentes e  saber que estão criando vagões em metrôs separados para mulheres não serem assediadas no Rio de Janeiro e outros Estados.

Somos intuitivas, poderosas, podemos mais, muito mais que imaginamos.

Podemos mais, muito mais do que a sociedade tem nos dito até agora.

Querem nos rotular e trancar numa caixinha, querem nos fazer reprodutoras, do lar, recatadas, puritanas. Não que isso seja ruim, mas, deve ser uma escolha pessoal, não imposição social.

Querem nos prender a relacionamentos fracassados, nos seduzir por bens materiais ao paquerar-nos, nos prender em casa para não "tomarmos cantadinha" desrespeitosa nas ruas ou até mesmo assédios em metrôs, ônibus e por ai vai.

Querem sufocar a nossa beleza, trancar nossas estrias e celulites, esconder nossas rugas e cabelos brancos, domar os nossos cachinhos rebeldes.

Querem nos transformar em bonecas se podemos ser super heróis.

O que é ser feminina?


Tenho mesmo que me pintar, que ser magérrima, que estar em uma relação para ser feliz? E, se eu não quiser!

Só quem é mulher entende que isso não é modismo, que essa palavra significa muito para nós: Empoderadas.

Cada dia que passa, descubro coisas fantásticas ao meu respeito e sou muito grata ao universo por isso.

Descobri também que conto de fadas não existe, que não preciso me padronizar para ser feliz, não preciso casar, ter filhos e nem ao menos alisar o meu cabelo.

Quando a sociedade vai entender que posso ser livre? Que homens e mulheres tem os mesmos desejos quando se trata de realizar sonhos, superar obstáculos e por ai vai.


Quando vão entender que mulheres podem ser femininas e brincar de carrinho, ser super heróis, fazer mochilão, não gostar de fazer unha, gostar de sair sozinha e não querer ficar com ninguém.



Quando vão entender? 



domingo, 16 de junho de 2013

ORDEM E PROGRESSO POR APENAS R$ 0,20






15 de junho de 2013 vai ficar como um marco para a história mineira, data da manifestação agendada a princípio pelo facebook que trouxe para as ruas de Belo Horizonte em torno de 8 mil participantes em protesto contra o aumento da passagem de ônibus. Porém, houveram mais reivindicações durante a passeata:
  • Apelo contra à corrupção,
  • Militantes do movimento Fora Lacerda, 
  • Crítica a postura do governo brasileiro em relação aos milhões de investimentos financeiros na Copa, esquecendo os problemas vigentes no país.

Todas as coisas reivindicadas são relevantes e atuais e completam as manifestações iniciadas em São Paulo e em todo país, e na minha opinião, a questão da copa desencadeou o ápice de tudo isso. O aumento da passagem é só um grito da nossa sociedade que cansou de ficar apenas sentada reclamando da política brasileira. 


                               
                                                                                                                                      

*Texto: Thaís Alessandra,
do Coletivo Cirandar.

*Fotos: Leticia Tâmara

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Assinaram a Lei Áurea?



Por Thais Alessandra

Somos todos escravos! Pretos, brancos, mulatos, não importa a cor da pele.Jovens graduados, quatro anos a mercê de muitas chibatadas e quando finalmente recebem a carta de auforria certificada em papel, não encontram espaço para exercer a sonhada liberdade; salários injustos, comparados a quem nem se quer conheceu a senzala. Brasil, regime democrático ou escravocrata? Traficaram a nossa cidadania,levando a dignidade amordaçada como se fosse um animal; não existe igualdade de direitos, a não ser no papel.Brasil, pátria amada! Salve, salve.

terça-feira, 27 de março de 2012

Indecisão



Os fantasmas que moram dentro de nós são enormes, e muitas vezes nos impedem de vivenciarmos bons momentos; acontecimentos que poderiam ser fantásticos, relações que poderiam ser muito felizes, entre outras coisas.

Traumas, medos, ansiedades, angústias, fobias, preocupações; e outros tantos fantasmas que nos atormentam devem ser enfrentados todos os dias.

Entregar-se simplesmente em nome do amor, da amizade, do carinho, e de tantos mais; não é tarefa fácil! Viver não é nada fácil! Mas, será que essa não é justamente a graça de ser um simples mortal?

A brevidade da vida também deve ser levada em conta, diante das decisões que interferem nos movimentos de rotação do nosso mundo interno, em torno de nós mesmos. Ao mesmo tempo, para tomarmos qualquer decisão, precisamos respeitar o tempo certo existente em cada um de nós; pois, toda escolha tem conseqüências, que podem ser boas ou más; só depende de você!


Autora:
Thaís Alessandra

segunda-feira, 27 de junho de 2011

PALAVRAS




Que as minhas palavras tenham a sensibilidade de pedir licença ao entrar em sua alma.
Que cada verso das minhas palavras possam fazer sentido em sua vida, que eu não diga uma palavra do alfabeto por dizer.
Que os seus ouvidos estejam sensíveis para ouvir tudo o que eu tenho pra falar.
Que eu seja um agente transformador em você; em cada frase, em cada verso, em cada pedaço de mim que eu compartilhar com você.
Que eu não seja capaz de dizer TE AMO sem sentir, GOSTO DE VOCÊ sem gostar, mas havendo sinceridade em meu coração, as minhas palavras serão extensão dos meus sentimentos e não usadas para ferir, magoar ou enganar outro coração.
Que a cada minuto de raiva eu saia de sua boca após dez segundos de muita reflexão.
Que a cada manhã um louvor seja expressado em oração e gratidão ao Criador.
Que a cada mágoa lançada através dos meus versos, se transformem em pedidos de perdão.
Que você saiba reconhecer o poder que eu tenho, antes de falar.

Autora do Texto: Thaís Alessandra

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Voz de Deus



Fala Senhor, quero ouvir para sempre a Tua voz.
Obrigada!

Sinônimo de fé
Experiência sobrenatural
Sentimento sincero
Pureza que sai do coração
Razão irracional
Luz da manhã
Sopro do dia
Luz que ilumina o anoitecer
Só ouve a voz de Deus quem se entrega intensamente a voz que sai do próprio coração
Sentimento de fé intenso, que não cega, mas se escuta além da audição
Certeza que a razão não explica
Ausência firmada em uma forte presença que a razão não explica
Amor, entrega total e oração; são necessários para ouvir a voz de Deus
Todos ouvem, poucos escutam, muitos aprendem a ouvir.
Loucura para os céticos, normal para os que creem; fé necessária para o coração daqueles que amam a Deus.

Autora do texto:
Thaís Alessandra Martins da Cruz

terça-feira, 19 de abril de 2011

Além das cidades invisíveis

Além das cidades invisíveis: "De uma cidade, não aproveitamos as sete ou setenta e sete maravilhas, mas as respostas que dá às nossas perguntas. É a partir desta frase de Ítalo Calvino, presente em sua obra As Cidades Invisíveis, que pretendo instigar novos olhares sobre o turismo."

segunda-feira, 7 de março de 2011

Qual será o segredo do tempo


O tempo passa e não temos controle sobre as suas ações, muito menos sobre a dimensão do espaço em que ele ocupa no breve tempo da sua atuação.

Um ano parece ser um dia, dez anos parece ser um ano, e um minuto parece que foi ontem. E, a vida continua fluindo, passando como uma nuvem, que adiquire várias formas em seu curto espaço de existência, e some em menos tempo do que o tempo em que gastou para existir.

Talvez o segredo do tempo, seja não se apegar ao tempo passado, nem ao tempo futuro, mas ao tempo presente. Talvez o mistério que o tempo carrega em sua essência, seja não perdermos tempo.

O ontem já passou, e o agora é o único tempo certo para se viver intensamente. A juventude é um tempo incerto, e talvez esteja permanente dentro de cada um de nós, pois um dia, num breve espaço de tempo se transformará em rugas.

Autora do texto: Thaís Martins

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Um brinde a criatividade


Inspiração
Insight
Criação
Texto
Pressa
Prazo
Conta
Cliente
Paixão
Motivação
Brainstorm
Freelance
Layout
Redação
Agência
Comunicação
Mundo das idéias
ETC... ETC...

UM BRINDE A CRIATIVIDADE. PARABÉNS A NÓS, PUBLICITÁRIOS!

Autora do texto: Thaís Martins

sábado, 29 de janeiro de 2011

O olhar sobre o mesmo horizonte, nunca será o mesmo.


Como disse Guimarães Rosa: viver é muito perigoso, mas o que a vida que da gente é coragem.
A cada ano que se passa em nossas vidas, nos tornamos pessoas diferentes.
A cada pessoa que se passa em nossas vidas, a cada livro que lemos, a cada conversa que temos, a cada passeio, viagem, objetivo alcançado; recebemos um novo aprendizado que nos torna uma nova versão de nós mesmos.
Não há tempo para regredir!
Nossa maneira de lidar com as mesmas situações, muda com o passar dos anos. As pessoas que nos faziam sofrer, os dramas que nos acompanhavam, no tempo presente já não nos atingem mais.
Diante do "rio" da vida, ao olhar para o mesmo horizonte que nos deparamos em algum tempo conjugado no passado, percebemos que o nosso olhar mudou, pois o sol continua se pondo da mesma forma.

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Teatro de Deus


A cortina da vida já foi aberta e o cenário está visível.
No palco, alguns artistas.
O estilo apresentado é sempre diversificado: humor, tragédia, drama, romance, e muito mais. Tudo pode acontecer! O destino, esse é o diretor da arte, com os seus ajudantes: vida, morte e o livre arbítrio.
O espetáculo já vai começar. Meia noite, mais um dia se inicia, com a contradição de ser o horário dos personagens dormirem. Seis horas da manhã, a labuta já vai começar. Metrô, ônibus, trânsito, tudo em meio a uma loucura só.
Dezoito horas, horário indicado para sair do trabalho, ufa! Os personagens exclamam aliviados, pois finalmente podem ir para seus lares dormir. Mais uma vez, metrô, ônibus, trânsito, tudo em meio a uma loucura só.
Dezenove horas, em casa, finalmente os personagens estão sentados no sofá, a compartilhar mais um dia em família. Entre outras horas, meia noite, hora de dormir para acordar novamente para o trabalho. Mais algumas horas, fim de semana, igreja, balada, amigos, entre outras coisas, doença, morte e mais uma vida se inicia.

Autora do texto: Thaís Martins

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Teatro dos Vampiros



A sensação que tive ao pegar aquele canudo:
E agora? Sou publicitária, mas como avisar o mercado sobre isso?
Que especialização fazer? Que decisão tomar? Qual emprego aceitar?
Mil coisas passam em minha mente, e dez mil a minha volta ao comando do sistema.
Renato Russo, em sua canção Teatro dos Vampiros, soube expressar um pouco sobre o que estou sentindo:


Sempre precisei
De um pouco de atenção
Acho que não sei quem sou
Só sei do que não gosto...

Nesses dias tão estranhos
Fica a poeira
Se escondendo pelos cantos
Esse é o nosso mundo
O que é demais
Nunca é o bastante

Vamos sair!
Mas não temos mais dinheiro
Os meus amigos todos
Estão, procurando emprego...

Voltamos a viver
Como há dez anos atrás
E a cada hora que passa
Envelhecemos dez semanas...

Vamos lá, tudo bem!
Eu só quero me divertir
Esquecer dessa noite
Ter um lugar legal prá ir...

Já entregamos o alvo
E a artilharia
Comparamos nossas vidas
Esperamos que um dia
Nossas vidas
Possam se encontrar...

Teatro Dos Vampiros
Renato Russo


Autora do texto: Thaís Martins


terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Eu?


Se o "Meu Eu Criança" viajasse no tempo e se encontrasse com "O Meu Eu Adulto", o que ele me diria pra fazer? Quais os conselhos ele me daria? Será que eu ia poder me defender de traumas sofridos? Será que relembraria dos sonhos tão almejados?
Será que ainda existem memórias que me ajudariam nos dias atuais?
Pense nisso...


Autora do texto: Thaís Martins

sábado, 6 de novembro de 2010

Só a mudança é permanente




"Só a mudança é permanente" é a unica verdade da vida.

Você já parou para pensar:

Quem você ama hoje, pode ser seu grande amigo amanhã, ou até mesmo seu inimigo.

Seu melhor amigo hoje, pode se tornar seu grande amor amanhã.

A certeza absoluta, pode se transformar em uma dúvida permanente.

Hoje você pode ser um chefe de uma grande empresa e milionário. Amanhã, pode ser tornar pobre, e as pessoas que você oprimia podem se tornar seu opressor.

Você pode ser jovem e viver com atitudes de desrespeito aos mais velhos. Um dia, você será o velhinho que você desrespeitou.

O pobre que você humilhou, pode se tornar seu chefe um dia.

Sua beleza pode ser inesquecível, talvez um dia ela não exista mais.

Você pode estar triste por não ter um emprego, por ter sido mandado embora de uma empresa ao qual você a considerava a melhor para você e até se lamentar por isso. Porém, ao passar o tempo, descobre que foi melhor assim, pois Deus reservou um outro lugar, com um melhor salário e um ambiente mais agradável.

Com tudo,

trate bem as pessoas a sua volta,

ajude ao máximo de pessoas que estiver ao seu alcance,

nunca faça aos outros o que não gosta que façam com você,

ame ao próximo como a si mesmo e a Deus sobre todas as coisas,

peça perdão sempre que sentir que cometeu algum erro, injustiça ou algo semelhante com alguém.

Afinal, você nunca sabe o dia de amanhã.



Autora do texto: Thaís Martins

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Máscara Social


O sistema e o capitalismo são as principais fábricas de máscaras sociais, pois desenvolvem máscaras com um tamanho único, ou seja, servem em qualquer pessoa de forma padronizada.
O sistema impõe o uso de máscaras com design bem diferenciado, que vão desde o modelo barbie anorexa, amélia, jovem eterna (o), mulher com idade predeterminada para casar e ter filhos, cabelo escorrido e pranchado, entre outras.
O capitalismo nos obriga a usar a fantasia da grana com a máscara do $ nos olhos, e se você não usar essa roupa, não está pronto para o mercado de trabalho.
Quanto custa uma máscara social?
Será que usá-la é realmente necessário?
Que preço você paga ou pagaria para usar uma máscara diante da sociedade?
A sua essência ficará realmente escondida por trás dessa máscara?
Você está se escondendo de alguém ou de você mesmo?
Pagamos um preço muito alto pelas nossas máscaras, e até mesmo pela manutenção das mesmas.


Autora do texto: Thaís Martins